Terça-feira, 02 de Junho de 2009

O mundo pode ser uma escola, um circo, um terreno de aventuras ou uma pista de dança, isto na melhor das hipóteses claro.

No resto do tempo é um sistema social que nos entorpece a mente, nos rouba a identidade e nos transforma em meros clientes ou engrenagens.

Vivemos num mundo que nos obriga a uma estranha mistura de identidades a um desdobramento de muitos eus. O eu profissional, familiar, social, solidário, egoísta, o eu essencialmente mulher, mãe companheira eu sei lá que mais.

Para gerir isto tudo é preciso umas vezes ceder outras impor, umas vezes ficar outras fugir.

Neste aspecto complexo da existência vamos aprendendo e ganhando cada vez mais recursos para lidar com conflitos que serão sempre razoavelmente estáveis e permanentes.

É por isso que é tão bem chegar a casa,, despir todos esses eus, tomar um banho relaxante, e daqui do alto da minha cobertura instalar-me, despedir-me do dia que fenece e espraiar a mente e a vista.

Vai uma bebida gelada?

publicado por tailleur-e-saltosaltos às 21:19


mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30


Últ. comentários
Olá simpáticoEngraçado, começamos mal né mas nada ...
Comigo nunca há "ralações". E relações só sem comp...
bom então fico feliz por não ter sido um erro de c...
Oi!Ou eu li mal..ou me expressei mal..Claro que é ...
OláComo podes ver pelo texto eu não concordo conti...
Ninguém é de ninguém....e "mai" nada..Sem "ses", "...
Bom dia Azul do céuQue bom que concordas isso é in...
Adorei este post!Concordo com cada uma das palavra...
Isto não é grande...é ser inteira!! ahahahahaBeijã...
Tinhas razão!!e mais não digo!!Ah..GRANDE MULHER!!...
arquivos
subscrever feeds